Nothing but words...

Me apaixono por pessoas aleatórias
Que aparecem na mesa ao lado, sem pretensão 
Alguém que do nada cruza meu caminho 
Ou seria eu a intrusa de jornada alheia?

Me apaixono por algo inexplicável 
A pura presença na multidão 
Um trejeito atabalhoado ao sentar 
Ou um movimento metódico do olhar

Nunca saberei seu nome
Ou gritarei " Me espera, já estou indo"
Somente fitarei seu corpo 
E admirarei sua alma
Somente desejarei seu bem 
Por ter me proporcionado uma memória sem volta.


Postagens mais visitadas